O Caso Travis Walton

Travis Walton, na época do caso

No final da tarde de 5 de novembro de 1975, Travis Walton, lenhador da cidade de Snowflake, no Arizona (EUA), estava voltando para casa em companhia de outros lenhadores. Eles estavam em um furgão, quando observaram uma intensa luminosidade atrás de algumas árvores. Parecia um imenso pôr do sol. Alguns até sugeriram que se tratava de um incêndio. Foi então que observaram um objeto discoidal intensamente iluminado sobre as árvores. Travis, não resistindo à curiosidade, se aproximou do local do objeto. Seus amigos insistiam para que ele voltasse, mas ele continuou. Ao chegar embaixo do objeto, este começou a fazer um movimento estranho. Foi então que um raio saiu da base do objeto e atingiu Travis no peito. Segundo seus amigos, a força do raio foi tão forte que jogou-o a vários metros de distância. Travis perdeu a consciência. Seus amigos ficaram apavorados e saíram do local imediatamente, deixando-o na floresta.

Travis saiu do veículo e se aproximou do estranho objeto. Ele foi atingido no peito por um facho de luz sendo jogado a alguns metros de distância.

Quando Travis acordou viu-se em uma sala estranha, semelhante ao de um hospital. Ele viu três seres de baixa estatura, cabeça desproporcional ao corpo e olhos negros ovalados e grandes. Estes seres vestiam uniformes vermelhos, justos ao corpo. Travis descreve que os olhos dos seres lhe davam medo. Ainda hoje, a lembrança dos olhos perturba Travis. Quando Walton viu os seres se aproximando pegou algo em uma mesa e ameaçou um deles. Os seres, então, voltaram, saindo pela porta da sala. Segundo Travis, os alienígenas seguiram para a direita. Travis desesperado correu pelo corredor à esquerda chegando em uma sala semelhante à uma sala de controle. Nesse local havia um assento onde sentou. A sua frente havia um painel de controles, com manches e indicadores. Ele tentou acionar alguns instrumentos e logo em seguida chegaram dois

Anúncios
Seus companheiros, assustados, fugiram e avisaram a policia

seres. Estes tinham aparência humana se enquadrando na classificação nórdica (seres altos, belos fisicamente, louros, olhos azuis, olhos e narizes de aspecto normal). Estes seres acalmaram Travis, que perdeu os sentidos, novamente. Quando Travis acordou, percebeu que estava em uma estrada. Quando olhou para cima pode ver um objeto luminoso se afastando. Travis foi até um telefone público e ligou para casa. Até então, Travis imaginava que tudo o que ocorreu durou poucas horas. Mas um dos familiares lhe disse que ele esteve desaparecido por 5 dias. Então eles vieram e encontraram Travis que foi finalmente para casa.

Representação do momento em que Travis depara-se com três alienígenas

Quando Mike Rogers, o motorista do furgão, e os outros lenhadores saíram do local começaram a discutir e decidiram voltar para buscar Travis. Quando chegaram ao local o objeto e o lenhador tinham desaparecido. Foram até a polícia e relataram tudo o que tinha acontecido. No dia seguinte (6 de novembro), 50 pessoas, sob o comando do xerife Marlin Gillespie, procuraram em vão pela floresta. Os policiais levantaram a hipóteses de que os lenhadores tenham assassinado Travis e escondido o corpo pela floresta. Todos os lenhadores passaram por um exame em detector de mentiras., que foi executado por especialistas do Departamento de Segurança Pública do estado do Arizona. O Caso Travis Walton se transformou em um livro de sucesso, chamado Fire in the Sky (Fogo no Céu), que virou um filme, com o mesmo nome.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Fonte: Fenomenum

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um Comentário