Missão da NASA levará sonda a asteroide que pode colidir com a Terra

A NASA já atraiu os olhos do mundo com o pouso bem-sucedido da sonda InSight em Marte nesta semana, mas a agência ainda não parou com seus planos ambiciosos. Dentro de alguns dias, será transmitida a primeira missão de recolhimento de amostras do asteroide 101955 Bennu, que possui uma chance, ainda que remota, de se chocar com a Terra em um futuro distante em 2175.

No dia 3 de dezembro, às 15h do horário de Brasília, a sonda OSIRIS-REx fará contato com o astroide Bennu, com transmissão ao vivo pelas redes sociais, YouTube e pelo site da própria NASA.

Anúncios

O projeto, iniciado em 2016, não prevê, no entanto, que a sonda de fato toque na rocha espacial. A OSIRIS-REx conta com cinco instrumentos para investigar o asteroide por um ano inteiro para encontrar o melhor local para recolher uma amostra do que encontrar. Quando isso acontecer, ela soltará na superfície de Bennu um equipamento soprador de ar, que fará com que partículas de poeira sejam levantadas e cheguem até o braço robótico da sonda.

A expectativa do projeto de US$ 800 milhões é que a sonda retorno à Terra em 2023, com dados que possam permitir entender melhor a origem da vida na Terra e a formação do Sistema Solar. A coleta de informações também poderá ajudar a prevenir que os habitantes da Terra no futuro venham a ser dizimados por um possível impacto.

 

Fonte: Olhar Digital

Compartilhe!

Deixe um Comentário